Pra quem não me conhece.

 

Olá, eu sou Dagoberto, mais conhecido como DAGO, sou deficiente físico, atleta paralímpico nas modalidades de Tênis de mesa, xadrez e handbike, presidente do Conselho Municipal do Deficiente, presidente da AMAI.

Sempre tive interesse em participar dos projetos e ações que envolvam a Integração Social e o bem estar do deficiente de um modo geral.

Minha formação é na área de marketing, desenvolvimento da rede social, website e e-commerce.

Me sinto plenamente capacitado para representar essa classe tão esquecida, preenchendo essa lacuna histórica do deficiente e suas entidades de classe no meio político Jausense.

Conto com o apoio de todos, eu sou o Dago 23.323, junto com Eduardo Romão, Prefeito e Suzana Sanzovo, Vice.

Em defesa dos interesses dos deficientes.

 

Todos são iguais perante a lei, porém quando o estado simplesmente não oferece condições de acessibilidade há aqueles que precisam, instaura-se uma situação de vulnerabilidade.

O cidadão deficiente deve saber quais são os seu diretos e exigir a atuação do estado de modo a prove-los.

Dentre eles é possível citar a garantia de uma vida digna e justa, por meio da facilitação e da adoção de medidas empoderadoras aos deficientes, para que não se sintam incapazes de realizar as suas atividades e principalmente, façam parte das decisões de acessibilidade das comunidades.

Vez que serão diretamente impactadas por estas.

Eu sou o Dago candidato a vereador 23.323, com Eduardo Romão, Prefeito e Suzana, Vice.

Em defesa da acessibilidade para todos.

 

O novo parâmetro da deficiência baseado nos direitos humanos, traz um novo modelo de visão social, onde o próprio ambiente influencia diretamente na liberdade da pessoa deficiente, necessitando de estratégias políticas, jurídicas e sociais, que excluam os obstáculos e as descriminações.

O deficiente independente da lei, tem os mesmos direitos que todos, é dever público respeitá-los.

São brasileiros que também necessitam ter acesso ao mercado de trabalho, as escolas, universidades, ao laser, a cultura, edifícios residenciais, comerciais e públicos, e o município precisa garantir e providenciar que sejam implantados os mecanismos de inserção da pessoa deficiente na sociedade.

Eu sou o Dago, candidato a vereador 23.323, com Eduardo Romão, Prefeito e Suzana, Vice.

Em defesa das Entidades do Terceiro Setor.

 

Observa-se que o terceiro setor tem ocupado e desempenhado um papel importante na dinâmica da sociedade, uma vez que os cidadãos estão mais conscientes dos seus direitos e sobre tudo da importância de participar do processo de transformação de sua realidade e/ou do ambiente que o cerca.

A importância das entidades que compõem o terceiro setor, torna-se evidente quando verificamos as atividades que elas desenvolvem.

Nossas entidades precisam ter apoio, precisam de uma representatividade mais efetiva que auxilie, colabore e não nos traga mais dificuldades do que já enfrentamos.
Eu sou o Dago, candidato a vereador número 23.323, com Eduardo Romão, Prefeito e Suzana, Vice.

Em defesa das Indústrias e do Trabalho.

 

Se fazem necessários projetos de lei e de incentivos fiscais para atrair novas empresas para o município.

Gerar empregos e renda para os cidadãos Jauenses que ficaram de mãos atadas ao ver as nossas empresas fechando as portas e indo embora para outros municípios. Onde há indústria, há geração de riquezas.

O Setor paga salários melhores e alavanca criação de empregos nas demais atividades econômicas.

Precisamos gerar meios atrativos de trazer essas empresas para Jaú, essas empresas trarão trabalho e renda para nossa população.

Cidade sem indústria a renda vem do Comércio e dos Aposentados e dos Trabalhadores Rurais, e não tem atrativos para os jovens que acabam indo embora a procura de maiores oportunidades.

Eu sou o Dago, candidato a vereador número 23.323, com Eduardo Romão, Prefeito e Suzana, Vice.

Em defesa do Esporte Olímpico e Paralímpico.

 

Muito se fala sobre os benefícios que o esporte traz para a saúde, nas mais diversas faixas etárias, principalmente através da perspectiva da redução de riscos de doenças ao longo do tempo e na melhoria da qualidade de vida, esse benefícios são obviamente inegáveis.

Mas a verdade é que especialmente dentro do ambiente escolar a prática esportiva pode entregar resultados que vão muito além, afinal estamos falando de uma das principais ferramentas de autoconhecimento, socialização e consciência coletiva.

Ferramenta que pode e precisa ser utilizada dentro das instituições de ensino com maior frequência possível pelos Educadores, pois para potencializar nos seus estudantes o desenvolvimento intelectual e social.

Seu sou o Dago candidato a vereador 23.323, com Eduardo Romão, Prefeito e Suzana, Vice.

1
Olá
Pode chamar, estamos a disposição.
Clique na setinha verde abaixo e vamos conversar.
Powered by